Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2015

Comissão Vitivinícola da Bairrada promove nova categoria de produto: espumantes ‘Baga Bairrada’

Imagem
Para melhor promover e vender a região em Portugal e no Mundo “Uma Região. Uma Casta. Um Espumante: Baga Bairrada”: é este o lema do projecto ‘Baga Bairrada’, uma iniciativa da Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) aberta a todos os produtores da região e que estabelece um standard colectivo para um espumante feito a partir da casa bandeira da região, a Baga. Uma nova categoria para um produto distinto, com regras de produção e identidade gráfica próprias, criada para melhor promover e vender a região – e seus vinhos – em Portugal e no Mundo. “A Baga é um património inquestionável, que tem que ser preservado e potenciado.”, in Plano de Ação para a viticultura bairradina. A CVB pretende assimsinalizar, demarcar e autenticar a casta Baga comovariedade típica (e predominante) da Bairrada, valorizando a casta, a região vitivinícola, e gerando notoriedade para o grande factor diferenciador: a Bairrada como região com massa crítica suficiente para fazer espumantes brancos de uma casta tinta…

Vinhos de Altitude da Serra Catarinense - Vinícola Vilaggio Grando

Imagem
Em seguida, fomos para Caçador, na região de Herciliópolis, município de Água Doce, visitar a Vinícola Villagio Grando. Uma vinícola que vale a pena visitar pelo cenário e arquitetura.

A história da vinícola começou e 1998, quando o fundador Maurício Carlos Grando, que era da indústria madeireira, recebeu um amigo francês que lhe indicou o local onde hoje se localiza a vinícola como “um dos grandes lugares do mundo para se plantar uva para produção de qualidade”. Ele trouxe as mudas da França e o enólogo Jean Pierre Rosier, de Bordeaux, ajudou- o neste início. Nesta época ele, também, iniciou um laboratório de pesquisas para a adaptação das castas, que, atualmente, conta com cerca de cem variedades vitis viníferas, permanentemente, pesquisadas para ver quais as variedades que melhor se adaptam ao terroir catarinense.
Em 2000, foram plantados alguns dos vinhedos existentes que produzem em escala comercial e que melhor se adaptaram à região.
Em 2004, foi a primeira produção de vinho e, tam…

Vinhos de Altitude da Serra Catarinense - Vinícola Kranz

Imagem
Em Treze Tílias, visitamos a Vinícola Kranz. Fomos recebidos pela Ao Ruirong, esposa do proprietário Walter Melik Kranz que nos mostrou a vinícola e nos contou um pouco da história do proprietário.
Walter Melik Kranz, filho e neto de imigrantes austríacos, nasceu e viveu em Treze Tílias, e, posteriormente, se mudou para São Paulo, com a família. Aos vinte anos ingressou na Mercedes-Benz, unidade de caminhões em Campinas e depois foi para o Peru e México.
Em 1996, foi para China montar a primeira unidade de ônibus no país e lá se casou com Ao. Aos 50 anos resolveu voltar a Treze Tílias e fundou o Grupo Kranz.
A primeira empresa aberta, em 2003, foi uma transportadora e em 2007, iniciou a elaboração de vinhos, depois vieram as geleias e os sucos 100% puros que não são filtrados e nem centrifugados, mantendo, assim, todos os nutrientes das frutas.
Ele trouxe para sua vinícola uma tecnologia bastante moderna para fazer os vinhos, espumantes e sucos.   
Na verdade, a Vinícola Kranz não possui vi…

Vinhos de Altitude da Serra Catarinense - Vinícola Santa Augusta

Imagem
Saímos de São Joaquim, em direção a Treze Tílias, mas antes paramos em Videira para uma visita à Vinícola Santa Augusta.

Fomos recebidos pelo enólogo Jefferson Sancineto Nunes e por um dos proprietários Claudir de Nardi.
Segundo o enólogo, a família De Nardi é do ramo de plástico e o projeto da vinícola se iniciou em 2003, para que as filhas de Claudir e Celio de Nardi (Taline de Nardi e Morgana de Nardi) tivessem uma atividade fora do ramo da família.
Até 2009, na opinião do enólogo, os vinhos não eram muito bons, porque o problema estava no vinhedo. O sistema de condução era em Y, nem latada, nem espaldeira e com uma distância muito grande.
Eles transformaram a condução dos vinhedos em espaldeira que ficam numa altitude de 878 a 1004 metros, com 11 hectares de área plantada, em Videira e adquiram, em Água Doce, outra propriedade, com 1300 metros de altitude e uma área de 5,53 hectares plantados.  
Em 2011, os vinhedos foram adequados para o manejo biodinâmico, desde a mão de obra, plant…

Vinhos de Altitude da Serra Catarinense - Vinícola Sanjo

Imagem
Fomos, também, visitar a Vinícola Sanjo.

Antes de irmos à vinícola e degustar seus vinhos, fomos conhecer um pouco da Cooperativa, na produção e beneficiamento de maçãs, passando pela área de recebimento, limpeza, empacotamento e guarda em câmaras frias. Muito interessante o processo.
A Sanjo foi fundada em 1993, por um grupo de fruticultores imigrantes japoneses, mas só no início de 2002 iniciou a implantação dos vinhedos, inicialmente com a casta cabernet sauvignon e, depois merlot, chardonnay e sauvignon blanc. As áreas escolhidas para o plantio das videiras sempre foram acima de 1000 metros, que aliado às condições climáticas e às características do solo proporcionam um terroir distinto que é expresso nos vinhos elaborados pela vinícola.    A produção dos primeiros rótulos foi, somente, em 2005. Foram quase dez anos de pesquisas no Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural). Possuem 25,7 hectares de área plantada e uma produção de 70.000 litros anuais.
Foram degustados…

Vinhos de Altitude da Serra Catarinense - Vinícola Monte Agudo

Imagem
Após a visita, fomos almoçar no restaurante da Vinícola Monte Agudo. Na verdade, Monte Agudo, ainda, não possui uma vinícola, mas só vinhedos. Poderá ser considerada, futuramente, como uma vinícola boutique.
Com um plantio de 6,2 hectares das variedades Chardonnay, Cabernet Sauvignon e Merlot, ela começou em 2005, e seus proprietários são Alceu Muller e Leonidas Correa Ferraz. De lá para cá, a empresa se consolidou. A vinificação dos vinhos é feita na Vinícola Santa Augusta, em Videiras. O enólogo é Mateus Valduga.
Em 2013, foi inaugurado o Espaço Gourmet que oferece almoços, jantares, picnics, casamentos e outros eventos com um serviço diferenciado, principalmente, pela simpatia e dedicação da sommelière e proprietária Carolina Rojas Ferraz.

Degustamos os vinhos durante o almoço, cuja harmonização foi perfeita:

– Espumante Sinfonia, elaborado com as castas merlot e cabernet sauvignon. O método é charmat longo (ficam de 04 a 06 meses nas cubas em contato com as leveduras). Produzem de 9.0…

Vinhos de Altitude da Serra Catarinense - Vinícola Villa Francioni

Imagem
Outra vinícola visitada em São Joaquim foi a Villa Francioni.
A Villa Francioni é uma das mais importantes vinícolas catarinense, e seu lema é “enriquecer a celebração da vida ao sabor de um elegante vinho elaborado com amor e arte”.
A VF se iniciou do sonho de um empresário da área de cerâmica, Cecrisa, Manoel Dilor Freitas. Ela foi fundada em 2004, num terroir de 1260 a 1.300 metros de altitude, que permite a elaboração de vinhos de expressão única.
A arquitetura da vinícola é diferenciada, e seu projeto já reflete o que se pretende: o fluxo gravitacional aplicado em todas as possibilidades, numa construção em seis desníveis, para evitar, ao máximo, o uso de transferências mecânicas, o que tem grande influência na elaboração dos vinhos.   

Há dez variedades de castas: cabernet sauvginon, merlot, cabernet franc, syrah, petit verdot, sangiovese, malbec, pinot noir, sauvignon blanc e chardonnay.     
O sistema de condução é espaldeira simples e os vinhedos são cobertos com rede antigranizo…